Calendário do Auxílio Emergencial para CadÚnico e Bolsa Família!

Segundo a Caixa Econômica Federal, o Auxílio Emergencial 2021 é um benefício financeiro concedido pelo governo federal a trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados, com o objetivo de fornecer proteção emergencial durante a crise provocada pela pandemia do coronavírus. Recentemente, os benefícios foram oficialmente adiados por um total de sete períodos.

CadÚnico de Beneficiários e Calendário de Beneficiários do Bolsa Família

Portanto, consulte o calendário da quarta parcela do benefício do cidadão cadastrado no CadÚnico para disponibilidade online e física. Ou seja, a disponibilidade de depósitos e saques em dinheiro nas contas sociais dos caixas.

Calendário da quarta parcela do Auxílio Emergencial 2021 
Mês de nascimento do beneficiárioUsabilidade digitalSaque em espécie
Janeiro23 de julho13 de agosto
Fevereiro25 de julho17 de agosto
Março28 de julho19 de agosto
Abril1 de agosto23 de agosto
Maio3 de agosto25 de agosto
Junho5 de agosto27 de agosto
Julho8 de agosto30 de agosto
Agosto11 de agosto1 de setembro
Setembro15 de agosto3 de setembro
Outubro18 de agosto6 de setembro
Novembro20 de agosto8 de setembro
Dezembro22 de agosto10 de setembro
Calendário da quarta parcela do Auxílio Emergencial 2021 – para beneficiários do Programa Bolsa Família
Número final do NISData do pagamento (cronograma permanece inalterado)
119/07
220/07
321/07
422/07
523/07
626/07
727/07
828/07
929/07
030/07

As formas de pagamento

O pagamento do auxílio emergencial 2021 é feito por meio da conta poupança digital da CAIXA, que pode ser movimentada por meio do aplicativo CAIXA Tem, que é a primeira data do calendário do usuário cadÚnico.

Porém, para o público do Bolsa Família, além de movimentar o benefício pelo aplicativo CAIXA Tem, também é possível sacar os recursos com o Cartão Bolsa Família ou Cartão Cidadão, nos caixas eletrônicos e casas lotéricas.

Qual o meu prazo para movimentar os recursos do Auxílio Emergencial 2021?

De acordo com informações da Caixa Econômica Federal, quem recebe as parcelas tem até 120 dias para sacar ou movimentar os recursos. Este prazo é verificado após o crédito de cada parcela. Sendo assim, caso não haja movimentação, os valores são devolvidos ao Governo Federal. As regras do novo Auxílio Emergencial foram estabelecidas pela Medida Provisória 1.039/2021.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *