Golpistas estão usando de revisões do INSS para aplicar golpes!

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) está revendo recentemente os benefícios pagos aos segurados, e os bandidos estão se aproveitando disso. Os criminosos entram em contato com essa pessoa por telefone, e-mail ou mensagem de celular, que é a forma mais comum. De acordo com o INSS, os fraudadores encontraram uma forma de se beneficiar com uma análise feita pelo instituto, que tenta roubar dados pessoais dos beneficiários.

O instituto alertou que nunca tem contato direto com os segurados, e nunca pede o envio de fotos de documentos, exceto por meio do aplicativo “Meu INSS“. A intimação gerada no processo de revisão administrativa é encaminhada pelo INSS ao segurado, e somente pode ser enviada por correio para o endereço indicado em seu cadastro. Se por algum motivo, a pessoa não for encontrada ou a entrega não for concluída, será publicado edital no Diário Oficial da União.

Se você já sofreu golpe semelhante, o INSS recomenda que você registre o boletim de ocorrência e notifique as instituições envolvidas, como a própria instituição e o banco cadastrado para o recebimento dos benefícios. Também é importante denunciar uma tentativa de golpe no site da Ouvidoria do Governo Federal ou discar 135.

Como evitar ser vítima de um golpe

Seguindo o entendimento das fraudes que começaram a ser aplicadas, o INSS divulgou dicas e medidas preventivas a serem evitadas. Sempre mantenha suas informações de contato e informações de endereço atualizadas e apenas use métodos oficiais de atendimento ao cliente para fazer solicitações ao Instituto, algumas das quais o são.

Para saber se seus dados estão atualizados, visite o site “Meu INSS” ou disque 135. Vale ressaltar que, ao discar este número, o atendente poderá solicitar algumas informações. Este é um procedimento normal usado para confirmar a identidade do chamador como uma medida de segurança.

Foi alertado pelo Instituto também que caso precise utilizar o SMS para comunicar a pessoa, o contato é feito através do número 280-41. Portanto, é importante que nunca se responda e nem clique em links enviados por um número que se passe pelo INSS que não seja este.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *